We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Dos incêndios das florestas aos dos espíritos: uma reflexão de verão

4 0 2
21.08.2018

Dos incêndios das florestas aos dos espíritos: uma reflexão de verão

É na floresta de enganos propalados por alguns média que se desenvolvem depois os fogos incontrolados dos populismos

Se, nos primeiros instantes, o tempo das férias permite, aparentemente, mudar as rotinas e as preocupações que pontuam os outros dias do ano, rapidamente, ainda que de outra maneira, algumas delas assaltam-nos de novo, inquietando-nos até mais.

Depois de uns dias na praia, lendo os jornais, sentado ou deitado, a lentidão do tempo aquecido pelo sol mostrou--me, de facto, os problemas de sempre, mesmo que a uma luz mais reflexiva e, por isso, mais cruamente aguda.

Parece, pois, por via desta luz mais direta e duradoura que as particularidades e os vícios dos relatos jornalísticos sobre a atualidade se tornam assim, de repente, mais evidentes e menos aceitáveis.

Tomemos, a título de exemplo, a maneira como muitos deles noticiaram os incêndios deste verão.

Na sua manifesta vontade de demonstrar responsabilidades, sempre difíceis de apurar e de estabelecer com alguma razoabilidade, reflete-se, afinal, uma convicção esmagadora sobre as possibilidades reais de os homens - políticos, técnicos, bombeiros -........

© Jornal i